Cupim

Existem basicamente dois tipos de cupins, os cupins que nidificam no solo com comportamento subterrâneos e os cupins de madeira seca.

Os cupins de comportamento subterrâneos são os que causam os maiores prejuízos.

Usando certas estratégias de ataque e construindo canais, podem atravessar paredes de tijolos, blocos, ou fissuras no concreto e atingir grandes distancias e alturas. São vorazes. Estão sempre buscando comida.

A busca se dá ao acaso investindo em várias direções, de forma contínua. Mesmo após ter encontrado uma fonte abundante de alimento, continuará a procurar outras mais. Isto quer dizer que cedo ou tarde, alguns deles invadirão sua residência e atrairão os outros indivíduos da colônia para iniciar o ataque. Os cupins consomem as peças de madeira de dentro para fora, pois são sensíveis à luz e ao ambiente. Por isso, é muito comum que os ataques só sejam percebidos tarde demais, quando os danos já são grandes.

As características e os hábitos dos cupins fazem com que a sua residência seja um perfeito alvo.

Biologia e Hábitos

Estes insetos estão presentes no mundo inteiro, com maior incidência entre os trópicos. São descritas aproximadamente 2500 espécies. Pertencem a ordem Isoptera, predominantemente xilófagos e são insetos eusociais, podendo ter em suas colônias milhões de indivíduos.

Dentro das várias espécies caracterizadas como pragas urbanas, temos os cupins subterrâneos e os cupins de madeira seca. Nas espécies que constróem seus ninhos no solo ou nas edificações podemos destacar: Coptotermes gestroi, Nasutitermes spp., Heterotermes tenuis, Rhinotermes spp., Reticulitermes spp., entre outras. Já as que constróem seus ninhos dentro da própria madeira atacada, são comumente encontradas as espécies: Criptotermes brevis, Criptotermes havilandi e Criptotermes dudleyi, cujas colônias são formadas por poucos indivíduos.

Esta praga possui sua estrutura social formada por reis, rainhas, operárias, soldados e alados, onde os indivíduos tem função de proteção e trabalho, enquanto o restante, de reprodução e perpetuação da espécie.

Uma vez por ano ocorre o vôo nupcial, denominado revoada (chamados de "siriris" ou "aleluias"), que normalmente ocorre no início da primavera, período em que existe uma grande umidade no ar, sendo visível normalmente entre às 17 e 20 horas. Após a revoada são formado novos casais reais que darão origem a novas colônias, aumentando a infestação e intensificando os prejuízos.

Inicialmente constróem pequenos ninhos e à medida que o número de indivíduos cresce e a demanda por alimento aumenta, começa-se a observar a construção de túneis para deslocamento e proteção da busca por celulose.

Uma colônia com aproximadamente 3 milhões de indivíduos, pode consumir diariamente 360g de material celulósico em média. Essa mesma colônia, pode causar, rapidamente (até 3 meses), danos estruturais irreversíveis em edificações urbanas.

Relata-se danos não só em madeiramento, mas também, causados a sistemas elétricos industriais, destruição de patrimônio histórico, acervos bibliográficos, caracterizando um ataque insidioso.

Brocas de Madeira Seca

Brocas de madeira seca são besouros, portanto fazem parte da ordem Coleóptera.Os adultos depositam os ovos em peças e estruturas de madeira. Após a eclosão, as larvas alimentam-se desta madeira, gerando galerias na peça infestada e um pó fino proveniente desta atividade. O não aparecimento deste pó indica que a larva completou seu desenvolvimento, preparando-se para empupar. Ao tornarem-se adultos, estes besouros saem em busca de parceiros para acasalar.

O ciclo de vida desses insetos ocorre por metamorfose completa, apresentando as fases de ovo, larva, pupa e adulto. O desenvolvimento completo pode ultrapassar um ano.

Controle

Com Biotecnologia de controle que visa proteger o imóvel como um todo, a Matak atua no controle de cupim subterrâneo como uma equipe de especialistas experiente e capacitado para, identificar a espécie infestante, levantar os detalhes construtivos do imóvel, nível de infestação, histórico do ataque e elaborar um planejamento estratégico para eliminar a infestação de cupins com eficácia, total segurança e minimizando os danos aos acabamentos dos imóveis.

 

Pré-Construções

A Matak orienta aos seus clientes que uma ótima forma de proteger os imóveis contra os ataques dos cupins, começa na construção. Dividido em etapas, este trabalho preventivo tem inicio na fundação da obra, onde as vigas e pilares e o solo recebem um tratamento especialmente para bloquear a entrada desta praga.

As etapas seguintes do controle preventivo de cupins em pré-construção, são avaliadas conforme o método construtivo adotado.

Fonte: Bayer e Dow

Reconhecido por: